Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul

Poder Legislativo do Município de Santa cruz do Sul

Projeto de Decreto Legislativo Nº 09/2018

Dados do Documento

  1. Data do Documento
    07/06/2018
  2. Ementa
    Concede o Título de Cidadão Santa-cruzense ao Sr. Marco Thomaz Pedroso de Oliveira.
  3. Situação
    Em Tramitação
Desejo acompanhar o andamento em meu e-mail

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 09/2018, DE 7 DE JUNHO DE 2018.

 

Concede o Título de Cidadão Santa-cruzense ao Sr. Marco Thomaz Pedroso de Oliveira.

 

Art. 1º Fica oficializado o Título de Cidadão Santa-cruzense ao Sr. Marco Thomaz Pedroso de Oliveira.

Art. 2º  Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Santa Cruz do Sul, 7 de junho de 2018.

ELSTOR RENATO DESBESSELL
Vereador – PTB

 

JUSTIFICATIVA 

Senhor Presidente,

Senhores Vereadores e Senhoras Vereadoras:

Estamos encaminhando o Projeto Decreto Legislativo nº  09/2018, para ser analisado e votado pelos nobres colegas Vereadores e Vereadoras, cuja matéria tem o objetivo de conceder o Título de Cidadão Santa-cruzense ao Sr. Marco Thomaz Pedroso de Oliveira, popularmente conhecido como “Dr. Marco”, cuja homenagem está sendo proposta em face dos seus relevantes serviços prestados á comunidade Santa-cruzense.

Segue o currículo do homenageado.

Marco Thomaz Pedroso de Oliveira, e porque não somente Dr. Marco, nascido em 17 de junho de 1961 no hospital Bernadina Sales de Barros na cidade de Júlio de Castilhos, RS.

Iniciou seus estudos na Escola Dolores Paulino, onde ficou até a quarta série. Após estudou no Colégio Maria Rainha até a 8ª série e sua  última etapa no Colégio Vicente Dutra, onde completou seus estudos, na cidade de Júlio de Castilhos.

Com 19 anos de idade, sentado no cabo da enxada numa manhã de  domingo  do mês de  janeiro,  quando estava capinando numa lavoura de milho, teve a coragem de ser alguém na vida. Decidiu ir para a cidade de Santa Maria, na manhã do dia seguinte, com objetivo de procurar um emprego para poder continuar seus estudos.

O primeiro emprego foi o de empacotador no mercado Trevisan, localizado no  Bairro Medianeira. Em seguida, foi furador de cartão de loteria na Lotérica Xebrão,  quando então começou a se preparar para o vestibular, conciliando trabalho e estudo. Fazia duas matérias por semestre, pois era o que o seu salário suportava. No final do terceiro ano, seu objetivo foi alcançado quando foi aprovado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, mas tinha que continuar trabalhando para sobreviver e estudar.

Conseguiu um emprego de porteiro de motel, no Bangalô Motel, e, na época, era tudo que necessitava, pois tinha a possibilidade de cursar a faculdade de medicina durante o dia e trabalhar à noite. Esta rotina de trabalho fez até o oitavo semestre do curso, quando então começou a realizar plantões nos finais de semana nas cidades de Redentora e Miraguai, bem como substituía médicos em férias, que lá trabalhavam.

O fato mais relevante  em sua formação  acadêmica aconteceu no quarto ano da faculdade, quando Dr. Airton Kiatowisk,  Professor e Cirurgião Toráxico lhe deu a oportunidade de auxiliar em suas cirurgias cardiotoráxica, remunerando-o mesmo sem ser formado.

Dr. Marco formou-se em dezembro de 1992.

Num domingo de manhã, lendo um jornal da Capital, percebeu que  havia um anuncio solicitando médico para Monte Alverne. Ligou para o número conversou diretamente com o Dr. Aloisio Bersch,  atualmente seu colega no hospital Monte Alverne.

Chegando em Monte Alverne, de ônibus,  iniciou suas atividades profissionais no dia 1º de abril de 1993. Num primeiro momento, ficou hospedado no apartamento 1 do hospital e posteriormente  construiu sua residência em Santa Cruz do Sul onde reside.

Trabalhando em tempo integral no Hospital Beneficente Monte Alverne, tem como Hobby, aos sábados à tarde quando possível, fazer  trilha de moto pelo interior do distrito. Nas  férias viaja pelo mundo.

Dr. Marco, há 25 anos morando e trabalhando em Monte Alverne, onde por sinal foi muito bem acolhido, passou  a ser o médico e amigo de muitas famílias.

Exercendo sua profissão com muito amor e dedicação, lá em Monte Alverne,  constituiu sua linda família. Possui três filhos: Marco Antonio, João Henrique e Laura Luize  e uma netinha de nome Cecília que está a caminho.

Por este histórico e por outras ações relevantes do Dr. Marco, nada mais justo do que a comunidade de Santa Cruz do Sul, por intermédio do Poder Legislativo, reconhecer a importância dos trabalhos realizados pelo Dr. Marco, notadamente na sua constante tarefa de atender a comunidade de Monte Alverne e de nosso município.

Solicitamos, portanto, que os nobres edis deste colendo Poder Legislativo aprovem o presente Projeto de Decreto Legislativo.

Santa Cruz do Sul, 7 de junho de 2018.

ELSTOR RENATO DESBESSELL
Vereador – PTB